Europos Komisija

Projekto finansavimas

„Consumer Classroom“ yra ES finansuojamas portalas, skirtas ES valstybių mokytojams ir teikiantis jiems mokymo vartotojų švietimo klausimais išteklių. Skaityti daugiau

Padaliniai (generaliniai direktoratai)

Teisingumo ir vartotojų reikalų GD
Švietimo ir kultūros generalinis direktoratas
Mokslinių tyrimų ir inovacijų generalinis direktoratas
Ryšių tinklai, turinys ir technologijos

Europos Komisija
Žiūrėti daugiauUžverti


Preparar as suas finanças para comprar casa

0 komentarai

Depois da crise do subprime de 2008 a recuperação do mercado tem sido um pouco mais regular, existindo já sinais da retoma da confiança por parte dos consumidores. Os bancos começam a ter uma visão mais alargada dos requisitos mínimos para solicitação de crédito à habitação, o que, aliado a taxas de juro em mínimos históricos, faz crer que é o momento para avançar neste grande compromisso financeiro. Leia aqui o que deve fazer para comprar casa.

Apesar de poder parecer intimidante entrar no mercado da habitação, as vantagens podem ser consideráveis se souber fazer o processo da forma certa. Com as taxas de juro estão a cair, as prestações dos empréstimos à habitação estão mais reduzidas devido à diminuição da EURIBOR .

Nesse sentido, o portal de simulação de produtos financeiros ComparaJá.pt indica como preparar as suas finanças para o crédito à habitação em 6 passos.

1. Encontrar um crédito à habitação compatível com as suas finanças

Veja detalhadamente o preçário do crédito à habitação que pretende pedir. Comprar uma casa pode ajudá-lo a construir um historial de impostos, que podem ter retorno. Desbloquear esses benefícios depende em parte de obter um crédito à habitação que faça sentido financeiro para si.

Por exemplo, um crédito à habitação a uma taxa fixa dá-lhe, normalmente, uma taxa inicial mais alta, mas ao mesmo tempo a segurança de que as prestações mensais vão permanecer as mesmas, enquanto na modalidade de taxa variável a taxa de juro é tipicamente mais baixa, mas pode subir a qualquer momento, apanhando-o de surpresa. Se não consegue encontrar um empréstimo à habitação que vá ao encontro da sua situação, o melhor é esperar e avaliar melhor o cenário mais tarde.

2. Criar um historial de crédito com qualidade

O historial de crédito é dos fatores mais importantes na altura de avaliar o pedido de um crédito à habitação. Se não possui um histórico de pagamentos de créditos, seria bom começar a ter, uma vez que é bem visto pelas instituições financeiras e mostra-lhes que é um cliente de confiança.

Mas cuidado: não contraia créditos ao consumo ou de outra natureza entre seis a dozes meses previamente a solicitar um empréstimo à habitação, porque muitos pedidos recentes podem despoletar um alerta e fazer com que os bancos pensem que está desesperado para ter um crédito. O melhor é construir o historial com antecedência.

3. Diminuir o rácio entre despesa/receita

Quando olham para o pedido de crédito, as instituições financeiras veem sempre a taxa de esforço de quem o requisita. Para elas, as dívidas mensais que consegue pagar com as receitas que tem são um bom indicador de que consegue contrair um crédito à habitação sem grandes problemas.

Enquanto considera se adquire ou não uma habitação, ajuda a manter a dívida do cartão de crédito o mais baixo possível e pensar em consolidar todas as dívidas numa mensalidade mais reduzida.

4. Cuidado com os créditos recentes

Pedir um novo cartão de crédito ou crédito pessoal aumenta a taxa de esforço, o que pode reduzir o valor do historial de crédito e, consequentemente, representar um impacto negativo no pedido do crédito à habitação ou na taxa de juro.

Por isso, se está a considerar pedir um empréstimo para a compra de casa, o melhor é parar de pedir outras linhas de crédito nos 6 a 12 meses que precederam. Demasiados créditos podem ser um altera vermelho, enviando uma mensagem às instituições de que está desesperado por capital.

5. Pensar bem ajuda sempre

Os bancos têm várias fórmulas e cálculos para os quais olham quando analisam o pedido do empréstimo mas, acima de tudo, estão a tentar formar um contrato no qual fica determinada a confiança que têm em si e em como lhes vai pagar de volta um empréstimo de centenas de milhares de euros.

As instituições vão analisar o seu histórico de crédito a “de cima a baixo”. Como geriu dívidas anteriores é o melhor indicador para aferir como vai ser com a dívida futura. Pense como se comportou. Pagamentos falhados são um péssimo sinal para o banco.

6. Informe-se a fundo sobre a situação de crédito

De novo, ter um bom historial de crédito é importantíssimo para conseguir um crédito à habitação a uma taxa de juro apelativa. Pode conseguir um empréstimo sem ter um bom histórico, mas a estrutura e taxas daí resultantes vão deixá-lo a pagar um pouco mais.

Analisando a avaliação dos bancos, deve tomar em atenção o histórico de crédito e reportar, antes que uma instituição o efetue. O seu historial de crédito permite-lhe, aliás, identificar áreas de melhoria. A título de exemplo, a taxa de utilização do cartão de crédito – a relação entre a dívida do cartão e o plafond - pode ter um forte impacto no seu historial. Ou seja, algo tão simples como aumentar o limite de crédito pode aumentar as suas hipóteses quando pedir um crédito à habitação.

Henrique Figueiredo 0
expert
Desde o secundário que a partilha de informação me atraiu, nomeadamente no campo de economia & finanças. Gostando de escrever, optei pela carreira jornalística. Por lá estive uns tempos, escrevendo sempre nas áreas de Economia & Política. Depois, preferindo trabalhar com empresas e diferentes players no mercado, optei por comunicação institucional. Comecei numa pequena empresa chamada Multicom e logo depois passei para um estágio no Parlamento Europeu que muito me enriqueceu pessoal e profissionalmente. Depois, procurando conhecer o panorama empresarial nacional, passei um ano na Associação Nacional das PME. Agora estou, no Comparajá.pt - um comparador online de produtos financeiros com uma forte componente de literacia financeira - onde escreve sobre temas ligados a crédito, seguros e afins. Aqui tenho uma formação contínua em temas relativos a finanças pessoais e procuro ajudar os portugueses nesse sentido.
Į VIRŠŲ
Informacija
We are sorry but we cannot execute your request. The page was not found.
We are sorry but at this moment you don't have access to execute the request ?
We are sorry but i cannot execute your request. A internal server error occurred
Comment Report
Reikia pagalbos? Žr. mūsųžinyno skyrių