Comissão Europeia

Financiamento do projeto

Consumer Classroom é um portal financiado pela UE concebido para providenciar a professores em toda a UE recursos para ensinar educação do consumidor.Ler mais

Direcções-Gerais (DG)

DG Justiça e Consumidores
Direção-Geral da Educação e Cultura
Direção-Geral de Investigação e Inovação
Redes de Comunicação, Conteúdos e Tecnologias

Comissão Europeia
Ver maisFechar


Ministério da Educação português introduz mudanças ao modelo de ensino

Todos os anos o Ministério da Educação português introduz mudanças ao modelo de ensino, normalmente através de reformas curriculares.

É o que está a acontecer neste momento, através da criação do perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória e de uma nova forma de gestão do currículo para o ano lectivo de 2017.18.

No caso do perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória, trata-se de uma proposta sob discussão pública disponível em http://dge.mec.pt/sites/default/files/Noticias_Imagens/perfil_do_aluno.pdf .

Este documento propõe um conjunto de Princípios, uma Visão, Valores e Competências-chave, para além de identificar as Implicações Práticas no que diz respeito às opções pedagógicas e didácticas da responsabilidade dos docentes.

Destaque para a inclusão do Princípio que corresponde à contribuição para o desenvolvimento sustentável, bem como para enunciação do Bem-estar e saúde (do próprio aluno e do ambiente) enquanto competência-chave que se espera o aluno obtenha ao fim de 12 anos de escolaridade obrigatória.

Infelizmente, neste documento não há nenhuma menção ao papel do aluno como consumidor. No caso da nova forma de gestão do currículo há algumas alterações previstas e que podem traduzir-se num impacto positivo no que à Educação do Consumidor diz respeito.

Assim, destaque para a reintrodução de duas áreas que deixaram de constar do currículo desde os anos de 2012 e 2013: Projecto e Educação para a Cidadania.

Ao nível do currículo há ainda outras propostas em cima da mesa, como a entrega da gestão de 25% dos currículos directamente às escolas, investindo na sua autonomia.

Propõe-se ainda favorecer a interdisciplinaridade através da dinamização de projectos de cariz experimental, envolvendo uma maior articulação entre professores de diferentes disciplinas.

Caso estas medida avancem, a Educação do Consumidor pode voltar a ser objecto do desenvolvimento de projectos em contexto escolar, assim as escolas assim o desejem.

Mais informações disponíveis em http://observador.pt/especiais/educacao-o-que-pode-mudar-no-proximo-ano-letivo/

Etiquetas:

Registe-se agora!

  • Criar lições online
  • Fazer projetos inter-escolas
  • Área de início de sessão personalizada
  • Classificar e analisar recursos

Criar uma lição

Ir para os fóruns…

REGRESSAR AO INíCIO
Informação
We are sorry but we cannot execute your request. The page was not found.
We are sorry but at this moment you don't have access to execute the request ?
We are sorry but i cannot execute your request. A internal server error occurred